Acordo ortográfico da Língua Portuguesa

como escrever corretamente após o acordo ortográfico da Língua Portuguesa no "gentecomgente"Apesar do acordo ortográfico entre os países, que tem o Português como idioma oficial já estar em vigor desde 1º de janeiro de 2009, o prazo de adaptação às novas regras encerra-se somente em 31 de dezembro de 2012.

Imagem por libre.org.br

novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa no "gentecomgente"Mas tenho certeza que, além de mim, ainda tem muita gente que faz confusão e fica inseguro na hora de escrever.

Depois das mudanças, a gente fica sempre em dúvida e não sabe se está escrevendo as palavras corretamente, mesmo considerando que, no Brasil, somente 0,5% delas sofreram modificações.

Imagem por diasdeescola.blogspot.com

Por isso, trago um guia prático de consultar, separado por assunto e cheio de exemplos para ajudar a gente a se familiarizar o mais rápido possível com o novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa.

Aqui, você encontra as novas regras, como era escrito antes e como a gente deve escrever agora. Confira!

acordo ortografico no "gentecomgente"Alfabeto

Nova Regra: O alfabeto agora é formado por 26 letras

Regra Antiga: O ‘k’, ‘w’ e ‘y’ não eram consideradas letras do nosso alfabeto.

Como Será: Essas letras serão usadas em siglas, símbolos, nomes próprios, palavras estrangeiras e seus derivados. Exemplos: km, watt, Byron, byroniano

Imagem por aquisc.jex.com.br

regras portugues "gente com gente"Trema

Nova Regra: Não existe mais o trema em língua portuguesa. Apenas em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano

Regra Antiga: agüentar, conseqüência, cinqüenta, qüinqüênio, frqüência, freqüente, eloqüência, eloqüente, argüição, delinqüir, pingüim, tranqüilo, lingüiça

Como Será: aguentar, consequência, cinquenta, quinquênio, frequência, frequente, eloquência, eloquente, arguição, delinquir, pinguim, tranquilo, linguiça.

Como era Como fica
agüentar aguentar
argüir arguir
bilíngüe bilíngue
cinqüenta cinquenta
delinqüente delinquente
eloqüente eloquente
ensangüentado ensanguentado
eqüestre equestre
freqüente frequente
lingüeta lingueta
lingüiça linguiça
qüinqüênio quinquênio
sagüi sagui
seqüência sequência
seqüestro sequestro
tranqüilo tranquilo

acentuação no "gentecomgente"Acentuação

Nova Regra: Ditongos abertos (ei, oi) não são mais acentuados em palavras paroxítonas

Regra Antiga: assembléia, platéia, idéia, colméia, boléia, panacéia, Coréia, hebréia, bóia, paranóia, jibóia, apóio, heróico, paranóico

Como Será: assembleia, plateia, ideia, colmeia, boleia, panaceia, Coreia, hebreia, boia, paranoia, jiboia, apoio, heroico, paranoico

Imagem por papodetudo.wordpress.com

Como era Como fica
alcalóide alcaloide
alcatéia alcateia
andróide androide
apóia (verbo apoiar)apoia
apóio (verbo apoiar)apoio
asteróide asteroide
bóia boia
celulóide celuloide
clarabóia claraboia
colméia colmeia
Coréia Coreia
debilóide debiloide
epopéia epopeia
estóico estoico
estréia estreia
estréio (verbo estrear) estreio
geléia geleia
heróico heroico
idéia ideia
jibóia jiboia
jóia joia
odisséia odisseia
paranóia paranoia
paranóico paranoico
platéia plateia
tramóia tramoia

Nova Regra: Não se acentua mais a letra “u” nas formas verbais rizotônicas, quando precedido de “g” ou “q” e antes de “e” ou “i” (gue, que, gui, qui)

Regra Antiga: argúi, apazigúe, averigúe, enxagúe, enxagúemos, obliqúe

Como Será: argui, apazigue,averigue, enxague, ensaguemos, oblique

Nova Regra: Não se acentua mais “i” e “u” tônicos em paroxítonas quando precedidos de ditongo

Regra Antiga: baiúca, boiúna, feiúra, feiúme

Como Será: baiuca, boiuna, feiura, feiume

Observações:

• se forem pronunciadas com a ou i tônicos, essas formas devem ser acentuadas.

Exemplos:

verbo enxaguar: enxáguo, enxáguas, enxágua, enxáguam; enxágue, enxágues, enxáguem.

verbo delinquir: delínquo, delínques, delínque, delínquem; delínqua, delínquas, delínquam.

• se forem pronunciadas com u tônico, essas formas deixam de ser acentuadas.

Exemplos: (a vogal sublinhada é tônica, isto é, deve ser pronunciada mais fortemente que as outras):

verbo enxaguar: enxaguo, enxaguas, enxagua, enxaguam; enxague, enxagues, enxaguem.

verbo delinquir: delinquo, delinques, delinque, delinquem; delinqua, delinquas, delinquam.

Atenção: no Brasil, a pronúncia mais corrente é a primeira, aquela com a e i tônicos.

• nos ditongos abertos de palavras oxítonas e monossílabas o acento continua: herói, constrói, dói, anéis, papéis.

• o acento no ditongo aberto ‘eu’ continua: chapéu, véu, céu, ilhéu.

Nova Regra: O hiato “oo” não é mais acentuado

Regra Antiga: enjôo, vôo, corôo, perdôo, côo, môo, abençôo, povôo

Como Será: enjoo, voo, coroo, perdoo, coo, moo, abençoo, povoo

ditongos no "gentecomgente"Nova Regra: O hiato “ee” não é mais acentuado

Regra Antiga: crêem, dêem, lêem, vêem, descrêem, relêem, revêem

Como Será: creem, deem, leem, veem, descreem, releem, reveem

Imagem por concisoecoeso.blogspot.com

Como era Como fica
abençôo abençoo
crêem (verbo crer) creem
dêem (verbo dar) deem
dôo (verbo doar) doo
enjôo enjoo
lêem (verbo ler) leem
magôo (verbo magoar) magoo
perdôo (verbo perdoar) perdoo
povôo (verbo povoar) povoo
vêem (verbo ver) veem
vôos voos
zôo zoo

Acento diferencial

Nova Regra: Não existe mais o acento diferencial em palavras homógrafas

Regra Antiga: pára (verbo), péla (substantivo e verbo), pêlo (substantivo), pêra (substantivo), péra (substantivo), pólo (substantivo)

Como Será: para (verbo), pela (substantivo e verbo), pelo (substantivo), pera (substantivo), pera (substantivo), polo (substantivo)

Como era Como fica
Ele pára o carro. Ele para o carro.
Ele foi ao pólo Norte. Ele foi ao polo Norte.
Ele gosta de jogar pólo. Ele gosta de jogar polo.
Esse gato tem pêlos brancos. Esse gato tem pelos brancos.
Comi uma pêra. Comi uma pera.

acento diferencial no "gentecomgente"Observação:

• o acento diferencial ainda permanece no verbo “poder” (3ª pessoa do Pretérito Perfeito do Indicativo – “pôde”) e no verbo “pôr” para diferenciar da preposição “por”

Imagem por tecnologiaecia.com.br

Exemplos:

Ele tem dois carros. / Eles têm dois carros.
Ele vem de Sorocaba. / Eles vêm de Sorocaba.
Ele mantém a palavra. / Eles mantêm a palavra.
Ele convém aos estudantes. / Eles convêm aos estudantes.
Ele detém o poder. / Eles detêm o poder.
Ele intervém em todas as aulas. / Eles intervêm em todas as aulas.

Hífen – prefixos

prefixos + palavras iniciadas por “r” ou “s”

Nova Regra: O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos (ou falsos prefixos) terminados em vogal + palavras iniciadas por “r” ou “s”, sendo que essas devem ser dobradas
hífen no "gentecomgente"

Regra Antiga: ante-sala, ante-sacristia, auto-retrato, anti-social, anti-rugas, arqui-romântico, arqui-rivalidae, auto-regulamentação, auto-sugestão, contra-senso, contra-regra, contra-senha, extra-regimento, extra-sístole, extra-seco, infra-som, ultra-sonografia, semi-real, semi-sintético, supra-renal, supra-sensível

Como Será: antessala, antessacristia, autorretrato, antissocial, antirrugas, arquirromântico, arquirrivalidade, autoestima, autorregulamentação, contrassenha, extrarregimento, extrassístole, extrasseco, intrarrenal, ultrarromântico, ultrassonografia, suprarrenal, suprassensível

Mais exemplos:

minissaia
antirracismo
ultrassom
semirreta

Imagem por nossacara.com

Atenção: nestes casos, o hífen continua!

• Com os prefixos sub e sob, usa-se o hífen também diante de palavra iniciada por r.

Exemplos:

sub-região
sub-reitor
sub-regional
sob-roda

em prefixos terminados por “r”, permanece o hífen se a palavra seguinte for iniciada pela mesma letra: hiper-realista, hiper-requintado, hiper-requisitado, inter-racial, inter-regional, inter-relação, super-racional, super-realista, super-resistente etc.

com ou sem hífen?

prefixos + palavras iniciadas por vogal diferente da última vogal do prefixo

Nova Regra: O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos (ou falsos prefixos) terminados em vogal + palavras iniciadas por outra vogal

Regra Antiga: auto-afirmação, auto-ajuda, auto-aprendizagem, auto-escola, auto-estrada, auto-instrução, contra-exemplo, contra-indicação, contra-ordem, extra-escolar, extra-oficial, infra-estrutura, intra-ocular, intra-uterino, neo-expressionista, neo-imperialista, semi-aberto, semi-árido, semi-automático, semi-embriagado, semi-obscuridade, supra-ocular, ultra-elevado

Como Será: autoafirmação, autoajuda, autoaprendizagem, autoescola, autoestrada, autoinstrução, contraexemplo, contraindicação, contraordem, extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista, semiaberto, semiautomático, semiárido, semiembriagado, semiobscuridade, supraocular, ultraelevado.

Observações:
• esta nova regra vai uniformizar algumas exceções já existentes antes: antiaéreo, antiamericano, socioeconômico etc.

Exceção:

• esta regra não se encaixa quando a palavra seguinte iniciar por “h”:

anti-higiênico
anti-histórico
macro-história
mini-hotel
proto-história
sobre-humano
super-homem
ultra-humano

uso do hifen regrasImagem por jagostinho.combr

prefixos + palavras iniciadas por vogal igual à última vogal do prefixo

Nova Regra: Agora utiliza-se hífen quando a palavra é formada por um prefixo (ou falso prefixo) terminado em vogal + palavra iniciada pela mesma vogal.

Regra Antiga: antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário, antiimperialista, arquiinimigo, arquiirmandade, microondas, microônibus, microorgânico

Como Será: anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-inflacionário, anti-imperialista, arqui-inimigo, arqui-irmandade, micro-ondas, micro-ônibus, micro-orgânico

Observações:

• esta regra foi alterada por conta da regra anterior, segue aqui um resumo:

prefixo termina com vogal + palavra que se inicia com letra ou vogal diferente = não tem hífen

prefixo termina com vogal + palavra que se inicia com letra ou vogal igual = com hífen

Exemplos:

autoescola
antireo
intermunicipal
supersônico
superinteressante
agroindustrial
aeroespacial
semicírculo

Mas:

micro-ondas
inter-regional
sub-bibliotecário

Outros prefixos

“CO”

• Mesmo se a outra palavra inicie-se com vogal igual, ou seja, “o”, NÃO se utliza hífen.

Exemplos:

coobrigação
coedição
coeducar
cofundador
coabitação
coerdeiro
corréu
corresponsável
cosseno

• Com os prefixos pre e re, não se usa o hífen, mesmo diante de palavras começadas por e.

Exemplos:

preexistente
preelaborar
reescrever
reedição

O uso do hífen permanece

• Em palavras formadas por prefixos ex, vice, soto:

Exemplos:

ex-marido
ex-aluno
ex-diretor
ex-hospedeiro
ex-prefeito
ex-presidente
vice-presidente
vice-rei
soto-mestre

• Em palavras formadas por prefixos circum e pan + palavras iniciadas em vogal, M ou N:

Exemplos:

circum-murado
circum-navegação
pan-americano

• Em palavras formadas com prefixos pré, pró e pós + palavras que tem significado próprio:

Exemplos:

pré-natal
pré-história
pré-vestibular
pró-desarmamento
pós-graduação

• Em palavras formadas pelas palavras além, aquém, recém, sem:

Exemplos:

além-mar
além-fronteiras
aquém-oceano
recém-nascidos
recém-casados
sem-número
sem-terra
sem-teto

• Na formação de palavras com ab, ob e ad, usa-se o hífen diante de palavra começada por b, d ou r.

• Com mal, usa-se o hífen quando a palavra seguinte começar por vogal, h ou l.

Exemplos:

mal-entendido
mal-estar
mal-humorado
mal-limpo

Exemplos:

ad-digital
ad-renal
ob-rogar
ab-rogar

Hífen – palavras compostas

Nova Regra: Não usamos mais hífen em compostos que, pelo uso, perdeu-se a noção de composição

Regra Antiga: manda-chuva, pára-quedas, pára-quedista, pára-lama, pára-brisa, pára-choque, pára-vento

Como Será: mandachuva, paraquedas, paraquedista, paralama, parabrisa, parachoque, paravento

escreve junto ou separadoObservação:

• o uso do hífen permanece em palavras compostas que não contêm elemento de ligação e constiui unidade sintagmática e semântica, mantendo o acento próprio, bem como naquelas que designam espécies botânicas e zoológicas:

Exemplos:

ano-luz
azul-escuro
médico-cirurgião
conta-gotas
guarda-chuva
segunda-feira
tenente-coronel
beija-flor
couve-flor
erva-doce
mal-me-quer
bem-te-vi
etc.

Imagem por reformadalingua.blogspot.com

Não existe mais hífen

• Em locuções de qualquer tipo (substantivas, adjetivas, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais):

Exemplos:

cão de guarda
fim de semana
café com leite
pão de mel
sala de jantar
cartão de visita
cor de vinho
à vontade
abaixo de
acerca de
etc.

Exceções:

água-de-colônia
arco-da-velha
cor-de-rosa
mais-que-perfeito
pé-de-meia
ao-deus-dará
à queima-roupa.

hifen regras

E não vale dizer depois que não estava valendo porque você era café com leite!

Se você quiser ver um resumo específico sobre o uso do hífen, clique aqui para obter mais informações.

Imagem por blogdaserie.blogspot.com

Consoantes não pronunciadas

Fora do Brasil foram eliminadas as consoantes não pronunciadas:
• ação, didático, ótimo, batismo em vez de acção, didáctico, óptimo, baptismo

Grafia Dupla

De forma a contemplar as diferenças fonéticas existentes, aceitam-se duplas grafias em algumas palavras:
• António/Antônio, facto/fato, secção/seção.

Texto por interney.net

E aí? Você já se acostumou? Pois é, para gente que nem deu importância às novas mudanças, está na hora de começar a prestar mais atenção e o único jeito, é recorrendo ao manual sempre que tivermos dúvidas.

Se você quiser um resumo, clique aqui para acessar o Guia Rápido do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, elaborado pela G1 – globo.com ou aqui para ver tudo detalhado pelo Brasil Escola.

Envie para os seus amigos e ajude a todo mundo a ficar craque no Acordo Ortográfico! Afinal, nunca é tarde para aprender algo novo, não é mesmo?

Ver também:


//

About these ads

Sobre Fernanda Suguino

Gente sempre foi um assunto que me chamou a atenção. Psicóloga formada pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em Psicopatologia pela USP.
Galeria | Esse post foi publicado em Educação, Gente quer saber e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Acordo ortográfico da Língua Portuguesa

  1. Como sempre digo: – Haja Modess para estas novas regras.

Você também já passou por isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s