A gente é como uma folha de papel

coração amassado no "gentecomgente"Na escola, por causa do meu caráter impulsivo, eu sentia muita raiva e explodia à qualquer provocação, magoando quem fosse, inclusive meus amigos.

Depois que a raiva passava, eu um sentia culpada e envergonhada pelo o que tinha feito e tentava de todos os modos conseguir o perdão de quem eu tinha magoado.

Imagem por amemdesejoamem.blogspot.com

gato shrek no "gentecomgente"

Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas depois de uma mais uma explosão de raiva. Então, ele me entregou uma folha de papel lisa e disse: Amasse-a!

Eu não entendi, mas obececi e transformei a folha de papel em uma bolinha.

Então, meu professor pediu-me para deixar a folha de papel como estava antes de ser amassada.

Eu estiquei o quanto pude, mas, apesar do meu esforço, mas marcas no papel continuavam muito evidentes.

simon schubert no "gentecomgente"Então, meu professor disse:

Vê como é difícil apagar as marcas que deixamos nas pessoas? O nosso coração é como esse papel… a impressão que deixamos nele é tão difícil de apagar como esses amassados da folha que eu lhe entreguei.

Imagem por patriciabu.blogspot.com

Fiquei sem palavras. Ele realmente tinha razão. As lembranças levam tempo para se apagar do nosso coração e, às vezes, não se apagam nunca.

iphone quebrado no "gente com gente"Assim, antes de explodir como fazia antes, lembrava-me daquele dia e tentava me controlar.

Com o tempo, aprendi a ser mais compreensiva e mais paciente. Quando sinto vontade de estourar, penso nas marcas que deixei naquele papel e que, até hoje, não se apagaram do meu coração.

Imagem por gerentebeminformado.wordpress.com

Depois que magoamos alguém, seja com nossas ações ou com nossas palavras, mesmo que a gente queira consertar o erro, na maioria das muitas vezes, já é tarde demais, não é mesmo?

Ver também:

Texto adaptado por Fernanda Suguino
Reprodução parcial permitida com citação obrigatória do link de origem.

Anúncios

Autor: Fernanda Suguino

Fascinada por gente que pensa, questiona e desafia a si mesmo. Psicóloga formada pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em Psicopatologia pela NAIPPE/USP.

5 comentários em “A gente é como uma folha de papel”

  1. Procurei a mensagem, pois ontem no curso de Cuidador de Idosos recebi essa mensagem, é para refletir e para todos, fiz uma cópia e enviei para a pessoa amada, pois anda muito estressada.

    Curtir

    1. Olá Cleusimar!
      Obrigada pelo comentário! Acredito que faltam espaços na internet onde as pessoas possam mostrar o que são e o que pensam no universo de anonimidade e impessoalidade que envolve o nosso cotidiano.
      Um grande abraço
      Fernanda

      Curtir

  2. Mari,
    Obrigada pelo comentário. É bom ouvir algo assim de alguém tão sensível e perspicaz como você, que, como ninguém, sabe enxergar e valorizar o que cada pessoa tem de melhor.
    Te adoro!
    Beijos
    Fernanda

    Curtir

  3. Gostei muito Nanda, da maneira simples como explicas as marcas que uma pessoa pode fazer noutra pessoa, porque está enraivecida e cega. Adoro os seus postes, e como podem chegar a todos uma pequena informação que pode fazer a diferença e mudar um pouco a vida das pessoas, para melhor!
    Um abracinho apertado e um beijinho muito grande para ti.

    Curtir

Você também já passou por isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s