Por que a gente mente no dia 1º de abril?

Você também já se perguntou isso? Pois é, a curiosidade me fez pesquisar de onde a gente tirou essa tradição que todo mundo conhece, mas pouco se sabe sobre a sua origem.

faces da mentira no "gentecomgente"Imagem por bbel.uol.com.br

Diz o Wikipédia, que isso começou na França, que, desde o século XVI, considerava que o primeiro dia do novo era 1º de abril, data em que terminavam as festividades da chegada da primavera.

Mas, a partir de 1564, ano em que surgiu o Calendário Gregoriano, esse que a gente usa até hoje, o ano novo foi transferido para 1º de janeiro.

nariz de pinocchio no "gentecomgente"

Como sempre, muita gente não gostou da ideia e continuou a agir como se o ano novo fosse em 1º de abril, mandando convites para festas e comemorações que, na verdade, não existiam, entre outras esquisitices. Assim começou a tradição, que hoje existe em vários países do mundo, inclusive no Brasil.

Imagem por adamgartenberg.com

Dizem que, no Brasil em 1848, havia um periódico chamado “A Mentira”, que divulgou, no dia 1º de abril, a morte de Dom Pedro.

tirando a máscara no "gentecomgente"

Claro que não era verdade!

Parece que o periódico durou cerca de um ano e terminou convocando a todos para um encontro a ser realizado em um local inexistente, acreditam? Só podia ser “A Mentira” mesmo!

Imagem por forcajovempernambuco.com

Bem, verdade ou mentira, o fato é que a gente aproveita o pretexto para pregar peças nos colegas de trabalho, fazer piadas entre os amigos e até publicar isso na mídia, como fez a BBC em 1957, que divulgou uma notícia sobre a plantação de espaguete. E ainda teve gente que acreditou!

mão no fogo no "gente com gente"Já que hoje é o dia de mentira, vamos brincar de “Jogo da Verdade”:

Você também aproveita a data para contar mentiras “inocentes”?

Conte pra gente o que você já aprontou!

Imagem por picoledetamarindo.blogspot.com

Se você se interessou por esse tema, também poderá gostar de Gente que diz sempre a verdade é mais feliz?

Texto por Fernanda Suguino. Todos os direitos reservados.
Reprodução parcial permitida com citação obrigatória do link de origem.

Anúncios

Autor: Fernanda Suguino

Fascinada por gente que pensa, questiona e desafia a si mesmo. Psicóloga formada pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em Psicopatologia pela NAIPPE/USP.

Você também já passou por isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s