Vidas passadas: sim, o meu passado me persegue

acreditar-em-vidas-passadasNão, não vim falar de religião, nem de espiritismo. Gosto de viver um dia de cada vez, mas é impossível se despedir do passado. O que eu fiz ontem, na semana passada ou há um ano atrás influencia enormemente a situação, o lugar e a maneira como eu vivo o meu dia de hoje. Sim, independente de acreditar ou não em vidas passadas, afirmo com veemência: Sim, o meu passado me persegue!

Impossível não me perguntar o motivo que me levou a ser quem sou hoje. Por quê evito pessoas que só falam de si mesmas? Por quê só invisto em amizades de amigos que me aceitam como eu sou? Por quê resolvi evitar a ingestão de alimentos geneticamente manipulados? Por quê acredito ser importante poupar dinheiro?

Para todo “porquê” existe uma resposta. E todas as respostas para as minhas perguntas estão na minha vida passada! O que eu fiz ontem, semana passada ou anos atrás explicam o meu presente! Olhar para trás também pode ser uma forma de motivação, principalmente quando um objetivo presente parece perder o sentido. Quer ver um exemplo?

caso-ou-compro-uma-bicicletaPor quê estou com o sono atrasado?
Por quê ainda assim tenho que levantar cedo?
Por quê estudo tanto para passar no concurso X?
Por quê namoro com o fulano, se ele me irrita e me chateia?

Com certeza, quando fiz todas essas escolhas, tudo tinha um sentido, um propósito. Mas, então, por que eu ainda me pergunto: – Por quê? Simples!

Tempo investido nesses objetivos + cansaço + acontecimentos paralelos da vida diária
=
DESGASTE

desgaste-emocional

Com o tempo, as escolhas também ficam gastas! O resultado final é que esse propósito, que no passado era tão claro e óbvio, fica ofuscado, empoeirado. Novos acontecimentos passam a ganhar o primeiro plano e a minha escolha então se torna algo questionável. É por isso que olhar para trás pode ajudar a reconstruir o sentido que se perdeu entre o momento da escolha e a sua realização.

De quem é a culpa? A culpa não é de Deus, nem do Diabo. A culpa é minha! EU escolhi esticar o papo com os amigos ontem à noite. EU escolhi trabalhar 40 horas/semana. EU escolhi como objetivo passar no concurso X. E (de novo) EU escolhi namorar o fulano (ou, pelo menos, continuar com ele!). A escolha foi minha!

É por isso que, antes de desistir de tudo que parece não fazer sentido na minha vida, vou tentar relembrar os motivos responsáveis pelo meu dia de hoje. Vou tentar imaginar como eu era quando escolhi tudo isso. Vou pensar o que se passava na minha cabeça quando resolvi fazer essas escolhas no passado. Depois disso, pode até ser que eu faça novas escolhas. Mude isso ou aquilo. Mas, pelo menos, esclareço o que está acontecendo.

Ah! De novo o passado… Sim, o meu passado me persegue… O seu também???

espiritos-vidas-passadasLeia também:

Texto por Fernanda Suguino. Todos os direitos reservados.
Reprodução parcial permitida com citação obrigatória do link de origem.

Anúncios

Autor: Fernanda Suguino

Fascinada por gente que pensa, questiona e desafia a si mesmo. Psicóloga formada pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em Psicopatologia pela NAIPPE/USP.

4 comentários em “Vidas passadas: sim, o meu passado me persegue”

    1. Oi Cá,
      sinceramente, acredito que parte do papel do psicológo é ajudar a traduzir temas, dilemas, preocupações e sofrimentos da vida para que todos possam entender (e viver) melhor.
      Um super abraço
      Fernanda

      Curtir

    1. Oi Cris,

      que bom que você gostou. Às vezes, eu me inspiro nas cenas que vejo todos os dias para escrever. Todo dia tem alguém reclamando de alguma coisa, mas me admira o fato de muitas dessas pessoas não conseguirem associar os efeitos de causa e consequência, mesmo quando eles parecem óbvios.
      Saudades de você!
      Beijos

      Curtir

Você também já passou por isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s