Como dividir vida pessoal e profissional?

Fácil falar, difícil praticar! Apesar da gente repetir sempre que vida pessoal não deve interferir na vida profissional (e vice-versa), pergunto-me: como desligar o meu Eu pessoal quando estou no trabalho e como desligar o meu Eu profissional quando estou em casa? Poste a receita quem consegue fazer isso com o pé nas costas!

conciliando-casa-e-trabalho

Dificilmente um dia “amargo” de trabalho e mais duas horas estressantes preso no congestionamento termina com um jantar alegre e descontraído com a família. Da mesma forma que, você dificilmente terá uma reunião agradável com seus colegas de trabalho tentado disfarçar as olheiras resultantes da noite passada, já que à uma da manhã você ainda estava discutindo a relação com seu namorido(a).

O fato é que a gente é uma pessoa única, individual e indivisível. Simplesmente não dá para deixar parte do cérebro e do coração em casa (ou no trabalho). Não dá para ignorar o que passou ou o que está passando na nossa vida. Não dá para transparecer tranquilidade, quando na verdade, você está se corroendo de nervoso por dentro. A cisão do Eu até existe, são os conhecidos transtornos de personalidade. Mas esquizofrenia, personalidade borderline e outros transtornos de personalidade estão bem longe de serem considerados funcionamentos psíquicos saudáveis.

Bem, considerando que você não sofre de nenhum transtorno de personalidade, como resolver esse impasse? Como fingir que está tudo bem, quando o mundo está caindo e vice-versa?

Como tudo na vida da gente, não existe solução perfeita. Ou você banca o ator e finge mesmo que está tudo bem (quando, na verdade, não está) ou você deixa a máscara cair e arca com as consequências. Gente que diz que divide perfeitamente vida pessoal e profissional tem um enorme talento para representar, viver e se comportar como se fosse outra pessoa. Mas como os talentos diferem de pessoa pra pessoa, nem todo mundo é capaz de fazer isso com a maestria de Al Pacino, não é mesmo?

cair a mascaraAos mortais que não possuem o talento nato da representação teatral, só resta apelar para o autocontrole e encarar a dura realidade. Se o mal humor tomou conta, tente levar o dia de uma forma mais reservada, antes de sair “presenteando” os colegas de trabalho com patadas e comentários atravessados. Se o chefe torrou o seu saco e criticou os números no fim do mês, lembre-se que não é discutindo com a sua mãe, que as coisas vão mudar (pelo contrário).

Então, se as coisas não andam bem, quer seja no trabalho ou em casa, o melhor é tentar localizar o foco da preocupação e manter-se o mais quietinho no seu canto, quanto for possível. Pelo menos, até que as coisas melhorem. Ficar um tempo sozinho, fazer esportes ou curtir um pouco de natureza pode ser uma excelente oportunidade de refrescar a cabeça e abrir horizontes para solucionar os problemas de maneira razoável. Respeite a si mesmo e seus sentimentos. Fingir que não está acontecendo nada, pode ser uma armadilha perigosa, já que ninguém tem nervos de aço e uma hora a gente explode, né?

vida pessoal e profissional em equilibrio

Bem, separar vida pessoal e profissional é mesmo uma tarefa de malabares… É como jogar tudo para o alto ao mesmo tempo, com a missão de não deixar nada cair no chão. Treino e experiência ajudam a lidar com as situações mais corriqueiras. Mas se a coisa apertar, tente dividir suas angústias com um amigo de confiança, um familiar ou um mesmo um profissional especializado.

carregando o mundo nas costas

Quem foi que disse que você precisa carregar o mundo nas costas sozinho?

Ver também:

Texto por Fernanda Suguino. Todos os direitos reservados.
Reprodução parcial permitida com citação obrigatória do link de origem.

Anúncios

Autor: Fernanda Suguino

Fascinada por gente que pensa, questiona e desafia a si mesmo. Psicóloga formada pela Universidade Mackenzie e pós-graduada em Psicopatologia pela NAIPPE/USP.

Você também já passou por isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s