Dor de cotovelo

Gente grande sem dor de cotovelo? Não conheço! Não conheço ninguém que não tenha uma reclamação, uma insatisfação, uma crítica ou um sofrimento. A gente tem sempre algo a dizer!

Por isso, o “GentecomGente” acaba de inaugurar um novo espaço, onde a GENTE pode falar o que pensa: Dor de cotovelo. Lá você conta seu caso e ajuda quem precisa!

Conte seu problema (não importa o tema)!

Envie sua dúvida, abra seu coração. Mande sua história para gente.tadificil@gmail.com.

Não se preocupe! Não é necessário se identificar.

Conte sua história com detalhes para que pessoas que passam por situações parecidas, profissionais e gente amiga possam ajudar você a sair dessa.

Xô pra lá dor de cotovelo!

Trata-se de um espaço livre, onde as pessoas podem escrever o que pensam, causos da vida, dúvidas pessoais, críticas e opiniões. Escreva do seu jeito! Seja claro e evite muitas abreviações! E lembre-se: sua identidade permanecerá em sigilo! Sua anonimidade é garantida!

Os textos não serão corrigidos e não expressam a opinião da autora do “GentecomGente”.

Conto com a colaboração de vocês!

Fernanda Suguino

Moderações só ocorrerão em casos extremos*.

4 comentários em “Dor de cotovelo”

  1. Estou morando junto a 11 meses. Desde que eu o conheci ele está passando por uma ” dificuldade financeira “, que não tem fim. Eu trabalho, faço extra, faço bico… Tenho 3 filhos p sustentar. Estourei eu limite, devo cartão de crédito, estou na lona. Sem contar que nem o doc do carro do ano passado consegui pagar. E ele está lá na sala, fumando meu cigarro, tomando a cervejinha…. E também não tem coragem de lavar um copo. Mas as qualidades é que é um homem carinhoso, respeita minhas filhas, da amor p elas, mão sai de casa, sempre comigo… Me respeita… Mas cansei. Não sei o que fazer!!! Minha familia já quer que eu separe dele. Mas é meu 4 relacionamento. Gostaria de tentar. E tão eu no meu limite, disse que iria largar dele, ele está fazendo entrevista numa empresa. E essa noite coloquei ele para dormir no sofá pois me jurou que não iria deixar cair um cheque sem fundo, e claro que caiu…
    Me ajudem, como mudar isso!!

    Curtir

    1. Kátia,
      desculpe tanto tempo em responde-la. Entertida nos desafios da maternidade, muita coisa acabou ficando de lado, inclusive o blog. Como você está? Pelo que você descreveu, as coisas não andavam muito fácil pra você. Dificuldades financeiras existem de fato, mas o importante é que a gente se esforce realmente para supera-las, ao invés de se acomodar frente à primeira dificuldade. Como anda seu relacionamento? Tente respeitar seus limites. É perfeitamente compreensível que, mantendo a casa sozinha, filhos e dívidas você espere mais empenho do seu companheiro em se engajar ativamente em ajuda-la em casa e financeiramente. O primeiro caminho é tentar um diálogo sincero. Definam metas claras e prazos para alcança-las. Definam as regras do jogo para que ninguém sinta que está saindo prejudicado. Assim, você evita desgastes emocionais por ver que as coisas permanecem inertes. Evita se desgastar com a mesmice e com a sensação de estar lutando sozinha. O carinho e o afeto no relaciomento são fundamentais, mas também é muito importante que haja um equilíbrio na distribuição das tarefas e responsabilidades.
      Espero ouvir notícias suas em breve!
      Um grande abraço

      Curtir

Você também já passou por isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s